Artigos

01 de outubro de 2016 | 0 Comentários

TRAZENDO A IMAGEM DO CELESTIAL

Assim também está escrito: “O primeiro homem, Adão, foi feito alma vivente; o último Adão, espírito vivificante”. 1 Coríntios 15:45

Observando atentamente o significado das palavras vivente e vivificante no grego é possível encontrar que: A palavra vivente significa não morto, não inanimado, aquele que está vivo, um ser ativo, aquele que vive. Por sua vez, a palavra vivificante quer dizer: restaurar a vida do espírito vivo, ou seja, refere-se ao espírito que produz uma nova vida. Simplificando um pouco; vivente é aquele que tem uma vida natural (alma) e vivificante é aquele que tem uma vida espiritual (espírito).

A Bíblia Sagrada está falando de dois tipos de descendência: Do primeiro e do último Adão. O nome Adão significa vermelho, terra vermelha, mas também significa originador de raça, da raça humana, originador de espécie, ou seja, da espécie humana. Isso significa que todos os descendentes do primeiro Adão são da alma, toda humanidade descendente do primeiro Adão são alma vivente, eles vivem, eles respiram e eles têm a vida natural. Todos os descendentes do último Adão são espírito vivificante, tem a vida no espírito, tem a vida espiritual, tem a vida restaurada. Nesse sentido, o primeiro Adão produz a vida da alma e o último produz a vida do espírito.            

A palavra nos ensina que é necessário nascermos de novo, ou seja, todos os descendentes do primeiro Adão já são seres vivos, mas precisam nascer de novo; que é agora nascer do Espírito, se tornarem espíritos vivificantes.

O primeiro nascimento, a primeira descendência do primeiro Adão acontece independente da sua vontade. Você não pediu para nascer, você nasceu! Para você descender do segundo Adão você precisa pedir, você precisa querer, você precisa desejar ser descendente do último Adão.

Sendo assim, como as pessoas que estão espalhadas pelo mundo saberão que precisam ser espírito vivificante e nascerem de novo? Já que elas não conhecem essa mensagem, não sabem que existem dois: o primeiro Adão e o último Adão.

Essa é a nossa tarefa, esse é o nosso papel, é isso que temos que fazer! Ser um ser humano! Ter a vida da alma foi uma dádiva de Deus para todas as pessoas, mas nascer de novo; ter a vida do espírito sendo uma escolha que cada um de nós deve fazer. Devemos apresentar Jesus para as pessoas, para que elas venham a descender do segundo Adão.

Quando o segundo Adão veio à terra trazendo algo que nenhum outro homem havia trazido até então. Abraão, Moisés, Samuel, Davi, Salomão, Daniel, Amós, Obadias, ninguém trouxe. Somente o último Adão inaugurou, somente Ele trouxe a vida no espírito. Jesus, que é o segundo Adão trouxe a imagem do celestial, trouxe uma nova dimensão da existência do ser humano, algo que transcende a materialidade. Ele trouxe um tesouro, uma dádiva que é a condição que cada ser humano passa a ter que é a DESCENDER DO PAI ATRAVÉS DELE. A partir deste momento passamos a ser HERDEIROS.

A lei que nos foi dada por Moisés nos trouxe até perto da herança. Esta lei conseguiu em sua completude trabalhar com os descendentes do primeiro Adão, mas a Graça, que é o próprio Jesus Cristo trabalha com os descendentes do último Adão. A Graça nos autoriza a possuirmos e entrarmos na terra. Ela nos estimula a tomarmos posse, pois somos herdeiros. Essa herança já está liberada querido irmão. Venha e desfrute da sua herança.

0 COMENTÁRIOS

Acompanhe a Comunhão Cristã ABBA

Newsletter

Assine para receber todas as novidades no seu e-mail